RADL3
RAIADROGASIL ON

Esse é um dos papéis mais bonitos do Ibovespa no momento. Veja que a tendência de alta está bem clara no gráfico semanal. Deverá oferecer novas oportunidades a partir da análise do vídeo acima. Confira o vídeo: 

E venha acompanhar o mercado comigo na minha sala de análises da Clear Corretora. Para isso basta criar seu cadastro de forma gratuita no link: https://cadastro.clear.com.br/passo/default/step1?advisor=igor

 

Ultrapassando novas fronteiras

Raio X

A combinação da fusão de 2011 entre a Droga Raia e a Drogasil originou a maior rede de farmácias brasileira e a 6ª maior varejista brasileira, com 1.506 lojas espalhadas em 19 Estados, configurando uma cobertura de 93% do mercado, processo consolidado em mais de 192 anos de história. A empresa possui 27.767 funcionários e tem atualmente cerca de  12% de market share no Brasil. Seu mix de vendas é composto por 12,3% de produtos de perfumaria, 21,2% em OTC, 25,4% em genéricos, 24,2% em produtos de marca própria (Needs, B-Well, Triss e Pluii) e o restante em serviços diversos. O grupo RD possui também a Farmasil, a Univers e a 4Bio, além de plataforma de vendas online. A empresa segue sua estratégia de expansão no Brasil, com a marca Drogasil entrando em novos mercados na região Nordeste (Piauí e Maranhão) além da inauguração recente de um centro de distribuição na Bahia.

CATALISADORES

  • Liberação de vacinação. Uma batalha antiga da cadeia farmacêutica é pela liberação de vacinas dentro de farmácias.
  • Recuperação Econômica. Com o foco no público A e B, a recuperação da economia teria um efeito maior na companhia, pois o consumo de produtos mais ligados ao "shopping experience" seriam impulsionados. Os indicadores já apontam que a recuperação está iminente. As vendas no varejo voltaram a subir e os dados de confiança estão próximos de romper a barreira entre pessimismo e otimismo.
  • IGP-M menor. Para 2018 a inflação deve seguir controlada, o que resultará em IGP-M bem abaixo dos últimos anos, reduzindo a pressão nos custos de aluguel da empresa e abrindo espaço para expandir margem.

RISCOS

  • Maior competição. O maior risco de competição seria a permissão de venda de produtos OTC em supermercados. Existem discussões no Congresso para que seja permitido mas nenhum projeto com perspectiva de aprovação no médio prazo. A entrada mais forte de um competidor internacional também afetaria o quadro da Raia.
  • Lentidão na recuperação da economia. A demora na recuperação da economia brasileira poderia afetar os planos de expansão acelerada da companhia.
  • Novas lojas no Nordeste. A maior presença no Nordeste implica novos concorrentes regionais, com destaque para a Pague Menos, rede com sede no Ceará.

Texto/ Visão:

Recomendação

 

Embora a RD seja um ativo historicamente negociado a múltiplos “caros”, acreditamos que o ativo será beneficiado por uma inflação controlada e com a recuperação da economia nos próximos meses. A companhia deve ter em 2018 crescimento de receita superior à 18% e de lucro acima de 25%, mostrando que ainda existe espaço para valorização do ativo. Após a alta recente do papel e com múltiplos elevados, mantemos uma visão neutra para o ativo. Continuamos gostando do ativo e possíveis quedas da ação poderão abrir oportunidade de compra futura.

Close

Tenha acessso à análise completa da RADL3 e de outras das principais ações da Bolsa

Obrigado! Aproveite seu acesso sem interrupções a todas as análises.